Impressões de Leitura: Raul (HQ) - Alexandre de Maio

"Chefe, nessa vida a gente tem que escolher. Fui pra cima e agora não dá mais pra voltar"

Quando decidi comprar essa HQ eu não sabia nada do autor ou da história, a motivação era apenas aproveitar o combo promocional da Editora Elefante e fui totalmente supreendida por uma história digna de filme, conduzida com maestria pelos traços de Alexandre de Maio. 

A HQ conta um pouco da vida de Rafa, um cara que cresceu na Baixada Glicério, em São Paulo,  tendo contado com o crime desde criança, o tio dava golpes de desvio de mercadoria. Pré-adolescente, ele começou a se envolver em furtos e assaltos, quase sendo morto, resolveu depois se tornar "Raul", uma gíria para pessoas que dão golpes em cartão de crédito. Mas o sonho mesmo de Rafa era ser Rapper...

Não vou contar a história toda pra te deixar com a curiosidade de como vai se desenrolar. Eu achei muito interessante a abordagem da HQ de contar essa hitória pela perspectiva de Rafa, e assim somos levados pelo personagem a conhecer uma rotina que só temos acesso de modo muito sensacionalista por programas policiais. 

Em nenhum momento se tenta mascarar que Rafa comete crimes, mas também traz um debate mais profundo quando ele conta de seus sonhos e quais os motivos que o levaram a escolher esse caminho. O final causa impacto pela sinceridade quando Rafa diz que continua no crime por dinheiro, que se acostumou a tê-lo.   

O traço de Alexandre de Maio remete a filmes noir, e ao estilo de Sin City, e a narrativa é conduzida de forma dinâmica em que Rafa explica como funciona as diversas táticas usadas no esquema de ser "Raul" misturando com fatos de sua vida pessoal. 

Não tenho o costume de ler HQ, e gostei bastante da leitura. E aí, você já sabia o que era "Raul"? Conhece algum HQ noir?  

Comentários

Postagens mais visitadas